quinta-feira, 16 de julho de 2015

Webcomics

12:00:00 Escrito por Lucas Rodrigues , , , ,
Assim como eu, muitos de vocês devem gostar de quadrinhos. Sejam comics americanas, mangás, tirinhas, ou qualquer outra coisa. Pensando nisso, resolvi apresentar as webcomics que eu acompanho. Como são uma cacetada, vou dividir em duas postagens.

O que são webcomics, você pergunta? Quadrinhos disponibilizados gratuitamente na internet e com atualização periódica - por semana, quinzena ou mês, dependendo do autor - de uma página por vez. Todos os quadrinhos que vou apresentar aqui já tem uma grande quantidade de páginas, então se acabar interessado por algum, terá muito o que ler antes de alcançar a publicação.

Infelizmente, todos os quadrinhos que vou apresentar nessa postagem se encontram apenas em inglês. Pode ser uma barreira para aqueles que não sabem ou tem menor domínio dessa língua.

Pois bem, vamos lá:

Nada mais justo do que começar pela obra que me introduziu nessa vida quando eu era pequeno. Grim Tales é uma mistura de crossover com história original. O que acontece quando os personagens de cartoon crescem? Nessa webcomic, você acompanha os principais Grim Jr. e Mini Mandy, irmãos e filhos de Puro Osso e Mandy (As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy).

Sim, eles são casados.

E tem filhos. Existe um motivo para isso, explicado no quadrinho. Relaxa.

As referências não param por ai. De Spawn a Ravena, e até vilões que alguns nem devem lembrar, como Abu (Samurai Jack). A trama se desenvolve em um jogo de poder infernal (piada proposital... ou não). A pegada da história é mais próxima ao mangá, pelos tipos de personagem e situações de humor.

Existem várias outras histórias no site, entre elas Powerpuff Girls Doujinshi, com outra grande quantidade de personagens de cartoon mais adultos. Dessa eu não posso falar porque não li muito.

Existem duas cortes, quase mundos separados, mas que devem coexistir. A corte da tecnologia, com seus robôs, dispositivos e escolas, e a corta da magia, com sua floresta, raças e mistérios.

Annie junta-se a escola na corte da tecnologia, mas ela tem muito mais ligação com a corte da magia do que uma primeira olhada pode denunciar. Sua melhor amiga, Kat, está completamente envolvida com tecnologia - seus pais são professores, e ela é habilidosa com robótica.

Eu gosto dessa história principalmente pela relação dos personagens. Todos são adolescentes, jovens, descobrindo mais sobre o mundo e sobre si mesmos. Mesmo com toda sua fantasia, eles demonstram personalidades muito humanas.



Um quadrinho sobre aventuras de uma amazona, seu filho, um escravo e... uma centopeia transmorfa que come metais. É. Gastrophobia é um quadrinho humoristico, e apesar de termos linhas de narrativa constantes, espere por uma grande quantidade de piadinhas idiotas.

O quadrinista ainda arranja oportunidade de fazer piadas com cultura popular. Se está afim de ler algo sem nenhuma pretensão, vá em frente.



Guilded Age conta as aventuras de um grupo num mundo de fantasia muito semelhante a World of Warcraft. Conforme a história anda, esse grupo cresce, assim como suas responsabilidades no mundo (já que eles são heróis), e a quantidade de problemas. Em um ponto, ele deixa de ser 'parecido com WoW' para formar sua própria mitologia.

Por trás dessa trama, existe bem mais do que é possível imaginar de inicio. E o bom humor permeia vários momentos, assim como o crescimento desses personagens, sejam os principais, sejam os secundários.



Widdershins conta sobre um mundo paralelo onde a magia existe. Os capítulos vão contando histórias de diferentes pessoas e locais, e pouco a pouco a trama vai se amarrando e tomando forma de algo maior.

Mesmo com uma grande quantidade de personagens, por haverem capítulos focados em pequenos grupos, é fácil gostar e conhecer cada um deles. Nem todos são tipos aventurescos e alguns deles são arrastados para situações complicadas sem querer.

Com isso nós terminamos o primeiro artigo sobre webcomics. Mas eu leio muitas mais, então esperem por outros artigos semelhantes. Boa semana e boa leitura!