terça-feira, 3 de novembro de 2015

Darkest Dungeon

12:00:00 Escrito por Lucas Rodrigues , ,
Você se lembra de nossa venerável casa, opulenta e imperial.

Ela é uma abominação purulenta! Eu te imploro, volte para casa! Clame seu direito de nascença! E liberte nossa família da garra voraz das sombras da masmorra mais escura!

Darkest Dungeon é um jogo de dungeon crawl e terror desenvolvido pela Red Hook Studios. Um mal antigo foi liberado em uma cidade que, uma vez, foi gloriosa. Com a região dominada por todos os tipos de monstros, aventureiros e mercenários de vários lugares chegam com a promessa de poder e riquezas. Mas esqueça a alta fantasia, as roupas coloridas, armas enormes e uma campanha de cento e tantas horas. Darkest Dungeon é sobre o horror de rastejar por corredores sujos e combater criaturas indescritíveis. A glória é uma dádiva reservada apenas a aqueles que conseguirem sobreviver.

(Esquerda para Direita) Plague Doctor, Highwayman, Vestal e Crusader enfrentando esqueletos.
Sistemas

Para entrar em uma das áreas disponíveis, você deve primeiro montar um grupo de 4 personagens escolhendo suas posições de combate e então escolher uma das várias missões. Você deve gastar algum dinheiro comprando mantimentos para que a expedição seja bem-sucedida.

Vale dizer que, tirando pelo dinheiro, os outros valores dentro do jogo não são inflados como costumamos ver em outros RPGs. Danos menores do que 10 são comuns, e danos maiores do que 15 são golpes devastadores. Além disso, os bônus e penalidades realmente fazem grande diferença, e as vezes você vai se ver tentado a não atacar para penalizar um inimigo ou bonificar um aliado.

Provavelmente o mais importante sistema é a iluminação. Uma vez dentro dos locais escuros, um medidor de tocha vai aparecer na parte superior da tela. Quanto mais iluminado o local, mais fracos serão os monstros, e também menos tesouros serão encontrados. Para aumentar o medidor, que cai enquanto se movimenta pelas masmorras, você precisa gastar tochas.

A iluminação afeta também a velocidade com a qual os personagens vão ganhar estresse. Vários efeitos causam estresse, e isso varia de personagem para personagem. O sistema funciona como uma “segunda barra de vida”, e gerenciá-lo é tão necessário quanto. Ao atingir 100 pontos de estresse, o personagem entra em aflição, e ela pode ser tanto positiva quanto negativa. As negativas se tornam perigosas a partir do momento em que um personagem em aflição estressa todos os outros. Ainda existe, como opção que pode ser desligada nas configurações, um modo ainda mais brutal, em que os personagens morrem de ataque do coração ao atingir 200 de estresse.

Man-at-Arms sucumbindo ao estresse.
Apesar de cruel, Darkest Dungeon ainda é justo com a vida. Embora os personagens tenham poucos pontos, ao chegar a 0 eles não morrem automaticamente, ficando "às portas da morte". Nesse estado, qualquer dano recebido tem chance de matar o personagem, mas com sorte, ele pode continuar recebendo vários ataques sem morrer.

As posições de combate afetam o jogo de forma interessante. Certos ataques só podem ser usados em certas posições, e só atingem oponentes em posições específicas. Somado ao turno de surpresa (que pode embaralhar os personagens do grupo) e a habilidades que puxam ou empurram, um combate as vezes pode ser decidido mandando um inimigo para uma posição que torne ele inútil ou muito menos eficaz, enquanto você lida com todos os outros.

Os personagens também começam e podem adquirir algumas particularidades durante suas explorações. Elas podem ser positivas ou negativas, afetando alguns dos atributos, e podem ser tratadas no sanatório na cidade. Existem também doenças que os personagens podem adquirir, mas elas podem ser tratadas mesmo dentro das masmorras, por algumas classes específicas.

Por último, a cidade é seu centro de aprimoramentos. Nela você pode recrutar novos heróis, cuidar dos estressados, retirar suas particularidades, evoluir habilidades e equipamentos, comprar itens novos. Claro que nem tudo vem desde o começo, você precisa recuperar as relíquias da cidade para poder melhorar os pontos dela.

Classes

Existem 13 classes de personagem no momento em que esse artigo está sendo lançado, com planos para mais algumas. As classes definem diversos traços do personagem, começando por sua aparência, sexo, tipos de habilidades de combate e de acampamento, e atributos. Ao recrutar um personagem, ele vêm com um nome aleatório e uma palheta de cor, mas você pode alterar ambos sem problemas.

A Arbalest é uma personagem de suporte, focada em suprimir as ações inimigas com sua enorme besta, e recuperar vida e condições de seus aliados. Mantenha-a na última posição.

O Bonty Hunter controla o campo com seu gancho, reposicionando inimigos e finalizando suas presas a golpes de machado. Seu alcance o torna ótimo no meio do grupo.

O Crusader é um campeão sagrado. Seus golpes expurgam as linhas de frente inimigas, e ele ainda pode inspirar e até curar seus aliados. Um combatente necessário nas catacumbas.

A Grave Robber arremessa suas adagas e dardos com precisão para desestabilizar os inimigos e finalizá-los com sua picareta. Ela também se movimenta rapidamente entre as posições.

A Hellion é perigosa e selvagem. Alto dano e alcances variados se somam a gritos que a deixam exausta, mas intimidam inimigos. Mantenha-a sempre na frente.

O Highwayman usa sua adaga e pistola com precisão mortal. Sangre os inimigos ou atinja vários deles de uma única vez. A única posição ruim para ele é a última.

O Houndmaster luta ao lado de seu cão de guarda. Atordoe inimigos com pancadas, enquanto o cachorro parte para cima ou protege seus aliados. Ele é ótimo na segunda posição.

O Jester engana por sua aparência de bufão, para então atacar com a foice. Suas músicas melhoram a moral de seus aliados, ou destroem as capacidades inimigas. Ele funciona em qualquer posição.

O Leper pode ser doente, mas é um bastião de poder. Ataques devastadores somados a meditação que o faz aguentar punições. Deixe ele na linha de frente.
(Esquerda para Direita) Houndmaster, Man-at-Arms, Hellion e Grave Robber nas ruinas. Imagem por Steve Rolston.
O Man-at-Arms é um veterano de guerra pronto para defender seus companheiros e punir qualquer inimigo que tente atacar. Deixe que eles venham e se quebrem contra seu escudo.

O Occultist flerta com as forças das trevas, usando-as a seu favor. Movimente os inimigos livremente pelo campo, imponha diversas penalidades a eles. Ótimo suporte para o final do grupo.

A Plague Doctor cuida de seus aliados, fortificando-os e removendo doenças, enquanto devasta os inimigos com pragas. Boa no meio do grupo, embora mais útil atrás.

A Vestal lembra a todos que o poder divino é carinhoso, mas também punitivo. Cure seus aliados e devaste os inimigos com suas magias. Boa no meio do grupo.

Aprender a combinar as classes de forma interessante fica a cargo dos jogadores. Na minha experiência pessoal, entretanto, digo para sempre levar alguém que possa curar e alguém que penalize os inimigos. É a forma mais simples de assegurar a sobrevivência e uma chance boa de vitória.

Considerações

Darkest Dungeon sairá em janeiro de 2016 do early access, mas não deixe isso te enganar: o jogo já tem toneladas de conteúdo, com mais ainda vindo, e a equipe responsável o atualiza constantemente. Se você sente saudades de jogos difíceis, ou gosta de jogos de estratégia, vá atrás, pois o único arrependimento que terá é em relação aos seus personagens mortos.

A estratégia, o conhecimento e a sorte fazem parte de cada ida a masmorra. Tome cuidado, analise cada informação que você descobrir, e nunca se sinta confiante de mais. Desista das missões quando achar que não vai aguentar a próxima luta, pois a glória e o orgulho te levarão mais cedo ou mais tarde para o túmulo na masmorra mais escura.