quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Franken Fran e Kuro

12:00:00 Escrito por Lucas Rodrigues , , , ,
Eu não sou grande fã de terror. Eu me assusto fácil, odeio qualquer coisa que envolvam espíritos ou criaturas grotescas rastejando na escuridão, abomino jumpscares (embora seja por outros motivos). E dessa vez estou aqui para indicar exatamente dois mangás de terror. Mesmo não sendo fã do gênero, ele é suficientemente amplo para que todos possam encontrar algo interessante. Vamos as indicações:

Franken Fran

Comecemos pelo horror corporal. Fran é “filha” de Naomitsu Madaraki, um gênio na área de ciências biológicas. A mansão onde a garota mora é recheada das experiências do professor, e ela própria é vista como sua obra-prima. Na obra já finalizada de 71 capítulos, escrita e desenhada por Katsuhisa Kigitsu, acompanhamos o dia a dia estranho e terrível da garota.

O Dr. está viajando, mas seus conhecidos e potenciais pacientes não deixam de aparecer. Para a sorte (?) deles, Fran é tão boa quanto seu “pai” na área de cirurgia, sendo capaz de operar verdadeiros milagres. Mas até onde as mudanças são algo desejável? A maior parte dos pacientes de Fran acabam por descobrir que brincar com o ciclo da vida é algo mortal, enquanto a própria garota não se dá conta do tipo de problema que as ações requeridas causam.

Cada capítulo gira em torno de uma história fechada, mas conforme o mangá avança, personagens começam a reaparecer, e as consequências de atos passados vão se mostrando. O mangá não poupa detalhes visuais para chocar ou enojar o leitor, então cuidado: mutilação, cirurgias, mutações e deformações são uma constante. Que tipo de horror corporal você está buscando? Uma garota sendo transformada em uma criatura insetóide, pessoas modificadas para se tornarem cães grotescos, colegiais realizando modificações corporais absurdas para se sentirem mais felizes, tokusatsus aprimorando seus corpos para lutar contra o mal, tem de tudo e mais um pouco no catálogo.

E caso você conseguir passar por cima de todo o gore e violência visual, Franken é uma série relativamente leve, com a relação problemática entre irmãs, uma observação acurada da ascensão e queda de uma civilização de baratas, uma pobre policial tentando manter a sanidade diante das loucuras do dia a dia, etc.

Kuro

E que tal um pouco de suspense sobrenatural? Coco é uma garotinha que mora numa mansão fora da cidade com seu gatinho, Kuro. Ela vive em completa solidão, apesar de ter uma tutora particular e do médico da cidade cuidar dela. Tudo parece mais ou menos normal, não é?

Mas então você começa a observar coisas estranhas. Os habitantes da cidade tem pavor absoluto de andar fora das estradas. Criaturas estranhas parecem estar rondado próximas as casas e ruas, apenas esperando um vacilo. Kuro demonstra capacidades esquisitas para um gato, mesmo que seja carinhoso com a sua dona. E um fato torna tudo isso mais estranho e assustador: o mangá, narrado em geral pelos olhos de Coco, não se preocupa em explicar nada para você logo de cara, te apresentando a rotina bizarra dessa cidadezinha sem se preocupar com o seu entendimento.

O clima da história é impressionantemente leve, e isso apenas contribui com o suspense. Quando a próxima coisa estranha vai acontecer? O que são as criaturas? Como permitem que Coco viva sozinha fora da cidade com aquelas coisas espreitando? E mais importante de tudo: o que é Kuro?

Escrito e ilustrado por Soumatou, Kuro ainda não tem um final, e suas traduções saem em 2 páginas por vez, aumentando o clima de tensão que ele traz.

E por hoje é só. Tenham uma boa semana e até mais.