quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Seikimatsu Occult Gakuin

12:00:00 Escrito por Nyu , ,
Eu acho que já devo ter dito algumas vezes que minhas escolhas para ver animes podem ser totalmente aleatórias. E na grande maioria das vezes eu acerto nas minhas escolhas, e olha que eu não vejo mais do que a imagem de capa do anime. Talvez eu tenha um bom dedo para escolher as coisas.

Também conhecido como Occult Academy, o mangá foi feito por Kei Toru, e o anime foi produzido pelos estúdios A-1 Picture e Animplex em treze episódios. Ambos lançados em 2010. Nesse artigo tratarei apenas do anime, visto que o mangá tem algumas diferenças, mas não tive oportunidade de lê-lo (ainda).

História

Em 2012, o mundo foi devastado por aliens, e os poucos sobreviventes estão voltando no tempo para encontrar e destruir a chave de Nostradamus, mais precisamente em 1999, momento em que a profecia da destruição do mundo começa. Fumiaki é um desses viajantes que precisa procurar pela chave, utilizando um celular que, quando tira uma foto, mostra o que pode acontecer com aquela pessoa, lugar ou objeto, facilitando no objetivo.

Maya, filha do dono da Waldstein Academy, uma escola de ocultismo, se torna a nova diretora do lugar após a morte de seu pai. No entanto, seu intuito é acabar com aquela escola. Ela acaba encontrando com Fumiaki, e após alguns mal entendidos, ela resolve ajudá-lo na busca pela chave, por mais que não acredite no sobrenatural.

Sobre o Anime

Vou dizer que fiquei com um pézinho atrás quando fui assisti-lo, por causa da capa do blu-ray. Tinha a leve impressão que teria muito fanservice, já que hoje em dia é comum ter essa praga infestando os animes apenas para chamar atenção. Por sorte, minha impressão estava errada. Tem um pouco de fanservice, mas é lá pro final do anime, e não entrarei no mérito, uma vez que dá pra ignorar o fato.

A animação tem uma ótima qualidade, uma trilha sonora legal, e não tem muita enrolação, já que é um anime de 12 episódios. A trama se desenrola muito bem. Os personagens escondem bem suas intenções até o momento da revelação, o que te faz desconfiar de uns e nem fazer ideia do que outros estão tramando. Os únicos que realmente sabemos o que querem são Maya e Fumiaki. O mais divertido é tentar descobrir, junto com os personagens, o que ou quem será a chave de Nostradamus que vai destruir o mundo.

Os personagens são divertidos e carismáticos. Começando com Maya, a pessoa mais cética que há, mesmo que as coisas mais bizarras aconteçam na sua frente. Filha do proprietário da academia de ocultismo, virou diretora quando seu pai morreu. Viu Fumiaki chegar do céu e agora está envolvida na busca pela chave de Nostradamus, por mais que isso apenas pareça besteira.

Fumiaki viaja pelo tempo para impedir o fim do mundo. Ele tem pouco menos de um mês para completar sua missão, e tudo só se torna mais complicado com os eventos sobrenaturais acontecendo. Para facilitar um pouco sua vida, Maya dá a ele o cargo de professor na Academia de Waldstein. Ele possui um celular que tira fotos que mostram o futuro daquilo que foi fotografado, assim como mostra quem ou o que pode ser a chave.


Eles contam com a ajuda das amigas de Maya: Kozue Naruse, uma garota um tanto desastrada, mas extremamente crente no sobrenatural, e Ami Kuroki, uma garota esperta que se envolve nos casos estranhos da academia. Elas tem ajuda de JK, um rapaz gótico que consegue localizar espíritos e elementos sobrenaturais, e de Smile, um mecânico que está ai apenas para espancar monstros e criaturas bizarras.

Chihiro Kawashima é a vice diretora da academia, e age de forma suspeita. Tem uma queda por Fumiaki e faz de tudo para chamar sua atenção quando as coisas aparentam estar normais. Anda sempre com um guarda-costas. E por fim, Mikaze Nakagawa, a garota por quem Fumiaki se apaixona.

Minha Opinião

Por ser um anime curto, ele não tem enrolação, mas também não deixa informações passarem em branco. Tem um ótimo ritmo e é bem divertido de assistir. É um daqueles animes que você pega para ver quando está entediado e não tem muito o que fazer. A comédia é bem divertida e brincam muito mais com as situações, sem forçar a piada, o que é bom, comparando com algumas outras comédias que a gente vê por ai. Acho que já deixei bem explicita a minha opinião sobre esse anime parágrafos acima, então, apenas digo: vá e se divirta bastante!