quarta-feira, 31 de maio de 2017

Kuromukuro

12:00:00 Escrito por Nyu , , , No comments
Não sou muito fã de animes com mechas, o tema nunca me chama muito a atenção. Entretanto, isso não significa que eu jamais assistiria qualquer coisa que tenha mecha, mas a obra precisa despertar meu interesse. Kuromukuro estava ali na minha lista de recomendados na Netflix, eu achei o design dos personagens interessante e resolvi assistir o primeiro episódio. Gostei do que vi, continuei assistindo, e resolvi recomendá-lo. Lançado em 2016 pela P.A Works, é uma comemoração de 15 anos da produtora.

História

No Japão foi instituído o Instituto de Pesquisa Kurobe das Nações Unidas para investigar um antigo e estranho artefato, descoberto durante as escavações para a nova represa de Kurobe. Cientistas de todo o mundo se reuniram para estudar sobre o artefato, enquanto seus filhos estudam no Colégio Internacional MT. Tate.

Yukina é filha de uma das principais cientistas pesquisadoras do Instituto, e quando foi visitar sua mãe no trabalho, acabou encontrando o artefato, resolvendo o quebra-cabeça e abrindo-o. Dentro dele havia um samurai da era Sengoku adormecido, Kennosuke Tokisada Ouma.

Os dois precisam se juntar para controlar o mecha Kuromukuro e defender a Terra das forças alienígenas invasoras. Mas para isso acontecer, eles precisam ganhar a confiança tanto um do outro quanto do Instituto de Pesquisa.

Sobre o Anime

Kuromukuro tem uma história bem legal e empolgante. O anime sabe medir entre os momentos de comédia, tensão, mistério e ação, evitando se tornar monótono e chato, ou pura luta sem nada além disso. Os mistérios são legais, e nenhum deles fica sem respostas. O fato dos personagens terem uma boa interação entre si ajuda bastante no caminhar da história.


Os principais - Kennosuke e Yukina - tem uma ótima química desde o primeiro momento em que se encontram. Não há um personagem que você desgoste, pois mesmo os menos desenvolvidos possuem certo carisma. Além do character design deles ser bem legal.

Entretanto, alguns personagens parecem estar ali apenas para completar o time, já que falam bem pouco e aparecem apenas quando é conveniente. Eles nem recebem muita caracterização, como é o caso de Shenmei Liu, que serve apenas de segunda piloto de um dos mechas, em vez de estar ali por ser uma personagem interessante ou ter o que acrescentar na história.

Não há nada de muito surpreendente na história. Muitas coisas acabam sendo previsíveis, e você consegue adivinhar certos aspectos do plot, ou como a relação de certos personagens vai se desenvolver. E talvez por não ser fã de mecha, não gostei tanto dos robôs. Algo no visual deles não me agradou muito

A animação é bem-feita, possui uma palheta de cores bem viva, e as lutas são empolgantes. As músicas são boas, apesar de não ter nada de especial ou chamativo.

Minha Opinião

Como eu disse anteriormente, não sou fã de mechas, mas esse anime me chamou a atenção porque ele é muito mais sobre os personagens do que os robôs. Talvez Transformers não foi uma base boa para mim nesse quesito... Entretanto, vale muito a pena assisti-lo. A quem interessar, existe uma versão dublada do anime. Ela é boa, mas eu ainda assisti a versão original, pois achei a voz do Kennosuke mais condizente.

Vale muito a pena assistir. Tem alguns plot twists no meio da história, e você se vê torcendo para personagens que nem imaginava que torceria. Fica ai minha recomendação.

0 comentários:

Postar um comentário